Buscar
  • Marco Alves

5 Atitudes que pessoas vão se divorciar precisam saber

Via Marco Alves

Na hora da raiva você quer sair de casa correndo ou quer iniciar um processo de divórcio sem planejamento. Nada pode ser mais imprudente.


As pessoas passam meses planejando o casamento e organizando as finanças para fazer o casamento dos sonhos, mas decidem o divórcio de supetão. Depois o advogado que lute para tentar alcançar melhores resultados numa ação litigiosa.


O direito de família não é complexo. A estrutura de provas que demanda um cuidado especial e nessa hora a experiência do advogado em orientar seus clientes na atitudes preparatórias faz toda diferença.


Então salva aí, que pode precisar desses 5 conselhos:

1. Vasculhe gavetas e armários em busca de documentos financeiros. Extratos bancários, IRPF, faturas de cartão, contratos e escrituras podem ajudar a demonstrar ao juízo as condições de pagamento do/a alimentante. É super importante para fixação de uma pensão justa. Salve as fotos de família em viagens ou que demonstrem o padrão de vida, antes de começaram os bloqueios;


2. Não economize em buscas. Se preciso for, gaste com levantamento de escrituras, certidões, procurações e registro de bens imóveis. É comum aparecer bens escondidos;


3. Esteja atento/a ao registro digital. Veja no computador familiar quais sites tem sido visitados. Nos históricos pode encontrar bancos com contas secretas, agências de intermediação e ativos em cripto moedas. É comum haver ativos omitidos;

4. Veja se existe app’s de bancos ou instituições financeiras que foram baixados nas contas compartilhadas. Pode surgir alguma pista de dinheiro escondido ou desviado. Não é incomum um/a cônjuge recém divorciado/a comprar um imóvel ou veículo imediatamente;


5. Pesquise empresas em nome do/a cônjuge ou familiares próximos. Pode haver bens ou dinheiro omitido em nome de terceiros;

A preparação para um divórcio não é simples e exige dedicação, mas pode ser a diferença entre uma pensão maior e a correta divisão de bens. Não negligencie o planejamento adequado;

EXTRA:

6. Caso tenha sido traído/a não divulgue nas redes sociais e nem torne isso público. Pode aproveitar a oportunidade pra pedir uma indenização. Mas se divulgar, o juízo pode entender que não houve constrangimento - já que você mesmo/a divulgou;

7. Pode usar o adultério como justificativa para não exonerar pensão;


8. Ao decidir pelo divórcio, inicie o processo imediatamente. Sair de casa sem tomar providências legais pode te levar a perder direitos em relação ao imóvel do casal;


Gostou dessas dicas? Curta, comente, compartilhe e salve para consultas futuras. Não deixe de consultar seu advogado de confiança.

0 visualização0 comentário